Ir para o conteúdo

Menu principal:


Cabo Frio é um município brasileiro do estado do Rio de Janeiro. Localizado a 22º52'46" de latitude sul e 42º01'07" de longitude oeste, e a uma altitude de quatro metros acima do nível do mar. É o sétimo município mais antigo do Brasil e o principal da Região dos Lagos. Possui cerca de 200 mil habitantes. É muito conhecido por suas
praias e atrações turísticas. Google Mapa


Anjo Caído        Boulevard Canal       Canal Itajurú       Convento N.Sª dos Anjos      Dormitório das Garças     Dunas do Peró     Fazenda Campos Novos    Fonte do Itajurú     São Mateus    Igreja de N.Sª de Assunpção Malibu Praia      Morro da Guia      Morro da Arpoador      Parque da Preguiça     Parque das Dunas     Parque do Mico Leão Dourado     Passagem Rio São João      Rua dos Biquinis      Sambaquis


A ocupação humana das terras onde viria se estabelecer o município de Cabo Frio teve início há mais ou menos seis mil anos, quando um pequeno bando nômade de famílias chegou em canoas pelo mar e acampou no Morro dos Índios até então pequena ilha rochosa na atual barra da Lagoa de Araruama e ponto litorâneo extremo da margem de restinga do Canal do Itajuru.

Segundo as evidências arqueológicas encontradas nesse "sambaquí", que mais tarde seria abandonado pelo esgotamento de recursos para sobrevivência, o grupo nômade detinha de uma tecnologia rudimentar e baseava-se numa economia de coleta, pesca e caça. Há cerca de 1500 anos, os guerreiros indígenas tupinambás começaram a conquista do litoral da região.

Os restos arqueológicos das aldeias Tupinambás estudados na região de Cabo Frio (Três Vendas em Araruama e Base Aero Naval em São Pedro da Aldeia) e também nos acampamentos de pesca (Praia Grande no Arraial do Cabo) evidenciam uma adaptação ecológica mais eficaz que a dos bandos nômades pioneiros. Devido as
condições favoráveis o pescado se tornou a base alimentar dos tupinambás, junto acaptura de crustáceos, gastrópodes e moluscos.

A vegetação de restingas e mangues da orla marítima ofereciam excepcionais possibilidades de coleta de recursos silvestres, o que levou ainda a horticultura de várias espécies botânicas, destacando-se a forte presença da mandioca no cardápio e ao domínio das técnicas de cerâmica. A caça, atividade masculina exclusiva, era muito importante como complemento de proteínas na dieta alimentar dos grupos locais.

Em 1503, a terceira expedição naval portuguesa para reconhecimento do litoral brasileiro, sofreu um naufrágio em Fernando de Noronha e a frota remanescente se dispersou. Dois navios, sob o comando de Américo Vespúcio, seguiram viagem até a Bahia e depois até Cabo Frio. Junto ao porto da barra de Araruama, os expedicionários construíram e guarneceram com 24 "cristãos" uma fortaleza feitoria para explorar o pau-brasil, abundante na margem continental da lagoa.

Em 1512, este estabelecimento comercial-militar pioneiro, que efetivou a posse portuguesa da "nova terra descoberta" e deu início a conquista no continente americano, e que foi destruído pelos índios tupinambás em função das "muitas desordens e desavenças que entre eles houve" em 1526. Os franceses traficavam pau-brasil e outras mercadorias com os índios, na costa brasileira, desde 1504. Durante as três primeiras décadas do século XVI, praticamente restringiram sua atuação ao litoral da região nordeste.

A partir de 1540, por causa do rigoroso policiamento naval português nestes mares, os franceses exploraram o litoral e levantaram os recursos naturais de Cabo Frio. Em 1556, construíram uma fortaleza-feitoria para exploração de pau-brasil, na mesma ilhota utilizada anteriormente pelos portugueses, junto ao porto da barra de Araruama.
A "Maison de Pierre" cabofriense ampliou e consolidou o domínio francês no litoral sudeste, iniciado com o Forte Coligny no Rio de Janeiro, um ano antes.

No prédio, hoje encontra-se o Museu e Casa de Cultura José de Dome. Já foi orfanato, numa época em que crianças eram abandonadas com certa frequência. Havia, no local, uma roda onde eram colocados esses bebês e retirados do outro lado, onde recebiam abrigo, alimentação e educação. Serviu também de abrigo durante a Segunda Guerra Mundial.
Construído em 1837, recebeu o nome latino Charitas (pronuncia-se "Cáritas") ou Casa de Caridade e é hoje, um espaço com atividades culturais permanentes. Promove oficinas, seminários e cursos durante todo o ano, além de apresentar espetáculos de teatro, música e dança. Aí se encontra também, em exposição permanente, a obra do artista plástico José de Dome, que viveu longo período em Cabo Frio. Fica na Avenida Assunção esquina com a Avenida Nilo Peçanha, no Centro da cidade. A visitação é de segunda a sexta-feira, das oito às vinte horas; sábados, domingos e feriados, das catorze às vinte horas.
Casa dos 500 anos
Localizada no bairro do Portinho, a casa que recebeu esse nome em homenagem a comemoração dos 500 anos da colonização do município, é sede de vários eventos com intuito cultural ligado aos interesses da cidade e também eventos aleatórios devido a privatização da mesma. O vereador responsável pela obra foi Fábio Ferreira de Gomes Pedrosa, foi elogiado em demasia pela construção da mesma por resgatar a memória da colonização por muito esquecida pelos outros governantes, segundo palavras do próprio.
Biblioteca Pública Municipal Prof. Walter Nogueira
Endereço: Praça Dom Pedro II, 47 - Centro
Horário de Funcionamento: 8h às 18h
(segunda à sexta)
Tel: (22) 2646-5830 e (22) 2647-7440
email: bibliotecawalternogueira@hotmail.com

Casa 500 Anos de História de Cabo Frio
Endereço: Rua Coronel Ferreira, 141 – bairro Portinho
Horário de Funcionamento:
9h às 18h (segunda à sexta)
e das 14h às 18h (sábado e domingo)
Tel: (22) 2646-5973

Casa-Ateliê Carlos Scliar
Endereço: Rua Marechal Floriano, 253 e 265,
bairro São Bento
Horário de Funcionamento: 16h às 21h
(quarta a domingo)
Tel: (22) 2643-0562
email: instituto@carlosscliar.com
Site: www.carlosscliar.com

Centro Cultural Anderson Gigabyte
Endereço: Av. Ézio Cardoso da Fonseca
(Subprefeitura do Jardim de Esperança)
– bairro Jardim Esperança
Horário de Funcionamento: 9h às 17h
(segunda à sexta)
Telefone: (22) 2629-5838

Charitas (Museu José de Dome)
Endereço: Av. Assunção, 855 - Centro
Horário de Funcionamento:
13h às 18h (segunda à sexta) e das 14h às 20h
(sábado, domingo e feriados)
Tel: (22) 2643-6164
E-mail: museujosededome@gmail.com


Espaço Cultural de Cabo Frio
Endereço: Rua 13 de Novembro, s/nº - Praia do Forte
Horário de Funcionamento: 18h às 22h
(terça a domingo)
Tel: (22) 2647-0216

Morada do Samba
Endereço: Av. Morada do Samba, s/nº - Praia do Siqueira
Horário de Funcionamento:
8h às 12h e 14h às 17h (segunda à sexta)
Tel:  (22) 2643-1829
email: moradadosambacf@hotmail.com

Museu de Arte Religiosa Tradicional
Endereço: Largo de Santo Antônio, s/n, Centro
Tel: (22) 2643-6898 e (22) 2644-3317
email: mart@museus.gov.br

Museu do Surf
Endereço: Rua Jorge Lóssio, 899, Centro
Site: www.museudosurf.com

Sala Chico Tabibuia
Endereço: Rodovia Amaral Peixoto, Km 135
(Subprefeitura de Tamoios
ao lado do posto de gasolina Aquárius)
Horário de Funcionamento:
9h às 17h (segunda-feira à sexta-feira)
Tel:  (22) 2646-0040

Teatro Municipal de Cabo Frio
Endereço: Rua Aníbal Amador do Vale,
s/nº - bairro Algodoal
Horário de Funcionamento:
Administração: 8h às 18h (segunda à sexta)
Eventos: 8h às 0h (todos os dias)
Tel:  (22) 2645-4471
email: teatromunicipaldecabofrio@gmail.com
Cabo Frio Cidade
info@cabofriocidade.com.br
Cabo FRio (RJ)
Brasil
Voltar para o conteúdo | Voltar para o Menu principal